Medicina do Trabalho – O que é e qual a importância

A medicina e segurança do trabalho é uma área muito importante, e que traz diversas ações dentro de uma empresa que devem ser sempre seguidas, afinal, tratam da saúde e da segurança de todas as pessoas envolvidas.

No entanto, poucos ainda sabem sobre essa área tão interessante e que possui um trabalho tão impactante e isso é motivo muitas vezes de desrespeito a normas ou a regras que normalmente são impostas.

Por isso vou falar mais sobre essa área e tudo o que você precisa saber sobre os pequenos detalhes e impactos que o seu dia a dia causam em uma empresa, para que se entenda o máximo de todos os benefícios.

O que é medicina do trabalho

medicina do trabalho

A medicina do trabalho é uma área que se ocupa de tudo relativo à saúde do trabalhador, desde as condições mínimas do trabalho até as estratégias de defesa e prevenção que são comumente utilizadas.

Ela se ocupa de fazer do ambiente de trabalho o mais saudável possível, tendo em vista que é importante também visar as melhores condições para os funcionários e todos os envolvidos de fato.

Normalmente tudo isso é voltado para não somente fazer do ambiente mais seguro para os funcionários, mas também para conseguir aumentar a produtividade, já que você reduz os afastamentos por problemas de saúde.

Qual a sua importância

Poucas pessoas sabem, mas o fato de ter a intervenção feita pela medicina e segurança do trabalho traz para os funcionários maior segurança no dia a dia, e diminui consideravelmente os índices de afastamento.

A sua perspectiva é estar atenta a qualquer foco de acidentes, agindo e promovendo as estratégias de segurança, seja com o uso de EPIS (equipamentos de proteção individual), e PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional).

Assim se tem um tipo de intervenção direta no dia a dia e nos locais que devem ser observados, de modo que eles não apresentem mais tanto risco, e consigam finalmente ser um foco de trabalho mais saudável.

Qual o impacto na organização

Em empresas que não possuem a intervenção da medicina do trabalho se observam muitos problemas que afetam diretamente os rendimentos e o lucro de determinada empresa, de modo que se tenham dificuldades também nesse contexto.

O fato de não ter um plano para controle da saúde dos funcionários também faz com que muitos afastamentos aconteçam e até mesmo o risco de pagamento de multas, caso sejam provadas as doenças ocupacionais, o que vem a ser responsabilidade da empresa prevenir.

A partir desses dois panoramas, tanto do funcionário que deve ter um ambiente de trabalho seguro, quanto da empresa que precisa oferecer condições mínimas, é que a medicina e segurança do trabalho oferecem os seus serviços.

Medidas que frequentemente são utilizadas

Existem muitos métodos para se conseguir aplicar o que é necessário dentro das normas de proteção de cada empresa, e isso vai depender diretamente de como a organização se prepara para isso.

Normalmente as campanhas são as mais abrangentes, assim como palestras e fiscalizações constantes, que visam não somente orientar melhor os funcionários ou avaliar locais, mas garantir o uso dos EPIS.

Além disso é preciso também que se tenham algumas alternativas que sejam mais de acordo com um planejamento e nisso entra o PCMSO com todas as indicações que precisam ser seguidas e aplicadas dentro de uma empresa.

A medicina do trabalho possui um impacto muito grande em uma organização e pode também ser uma forma de conseguir proteger os funcionários e principalmente trazer um melhor aproveitamento no que diz respeito ao trabalho e assiduidade dos trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *